quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Rosinhas de PT em kimono militar - 2ª e 3ª edição

2º edição: 

A pedido da minha mãe, esta é para oferecer e como ela escolheu a mesma cor que a 1ª edição, mandei vir só 4 novelos a pensar que podia aproveitar o resto do primeiro trabalho para completar este. Quando não é o meu espanto ao receber o fio, vem com cor e torcer diferente e apesar de ter o mesmo código de barras e referencia de cor, tem um nome de cor diferente :( ! Consequência, tive de mandar vir mais um novelo e contabilizar mais uma vez os portes ao preço do fio. Vou pensar 2 vezes antes de voltar a apostar nos produtos da Sevimex...


3º edição: 

Esta é para uma amiga minha que gostou muito da primeira edição e eu disse-lhe que se ela comprasse o fio, eu ofereceria o trabalho.

Et voilá!


.pdf com as explicações pode ser obtido gratuitamente na Phildar (link directo para download aqui).


para mais tarde recordar...

material
agulhas 5 e 6 mm
450 gr./ 5 novelos Caricia/Rustic, cor 2171 Morado [550 gr./ 6 novelos Caricia/Rustic, cor 2128 Rojo]
6 botões ~Ø 20 mm

receita
costas
Com agulhas 5 mm, montar 102 [126] malhas e seguir 4 nós em canelado 2/2, com as 2 malhas de orla em meia pelo direito.
Trocar para agulhas 6 mm e seguir a direito com "rosinhas de Portugal" 46 [50] nós até ombro.
escala de mates ombro: (4)×2, 8, 10 [(8)×3, 14]
escala de mates decote (começar um nó acima do ombro): 26 centrais, 12 [=]

frente
Com agulhas 5 mm, montar 55 [67] malhas e seguir 4 nós em canelado 2/2, com 3 malhas em meia pelo direito do lado oposto ao da costura .
Trocar para agulhas 6 mm e eliminar 1 malha (do lado de 3 em meia) e seguir a direito com "rosinhas de Portugal" 25 [27] nós até início do decote.
escala de mates decote: 12, (0)× 12, (4)×4, (0)×4 [12, (0)× 13, (4)×4, (0)×5]
escala de mates ombro: (4)×2, 8, 10 [(8)×3, 14]

colarinho
Com agulhas 5 mm, montar 94 malhas (saltar malhas a fazer a montagem, para diminuir o perímetro - por cada 4, enfiar 3 na horizontal), matar uma em cada costura = 92 malhas e seguir em canelado 2/2 (tendo o cuidado iniciar e acabar em 3 malhas meia) ao longo de 4 nós, incluindo remate. 

palas
Com agulhas 5 mm, montar 31 malhas na vertical (todas as carreiras, 1 malha) e seguir em canelado 2/2 (de modo a que do lado do decote fiquem 3 malhas em meia pelo direito), indo apanhar uma malha na plataforma onde assenta lateralmente a pala, a cada nó, saltando cada 3ª malha - 8 nós até à margem. Aumentar uma malha do lado oposto ao decote (ficam 3 malhas meia pelo direito também nesta margem) = 32 malhas. Seguir mais 8 nós a direito, incluindo remate. Não esquecer de fazer as casas na pala direita, a completar o terceiro nó e a 3 nós do final: a contar do lado oposto do decote e fazendo as malhas como se apresentam, 3 malhas, mate, laçada, 9 malhas, mate, laçada, 9 malhas, mate, laçada, 4 malhas.

cavas
Com agulhas 5 mm, montar 82 [90] malhas (todas as carreiras, 1 malha) e seguir 4 nós em canelado 2/2, incluindo remate.

acabamento
Coser ombros com alguma firmeza, mas as laterais com muita folga, de modo ter em conta o que a peça vai crescer com o peso do algodão. Aplicar os botões
Podem encontrar as explicações originais aqui: pág.1pág.2pág.3

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...